O Exfakeado

R$120,00

O Exfakeado é uma “ópera de rua”, subgênero criado pelo maestro Jorge Antunes, levando o gênero “ópera buffa” às ruas, com apresentações ao ar livre. A obra foi composta e estreada em 2019. Na obra é usado um conjunto de câmara com formação livre. A parte instrumental é escrita em três pautas, e os músicos ficam livres na escolha das partes.  São mescladas linguagens musicais, usando-se o samba, o country, a modinha, o tango, a marcha militar, a marchinha carnavalesca e o choro. Os cantores solistas usam grandes máscaras de seus personagens, revisitando a estética do antigo teatro grego. A história se passa em Brasília, durante o carnaval. É época de eleições para escolha da nova diretoria da Associação Cultural Pacotão, sociedade que todo ano coloca na rua seu famoso bloco carnavalesco “O Pacotão”.

 

Os personagens:

Pastor Falamaia, sambista que sempre manda “malhar” os infiéis que se fantasiam de mulher no carnaval. Quando isso acontece ele começa a gritar: – Maia! Maia! É por essa razão que o chamam de “Fala maia”.

Eskindô-Jonum, um sambista norte-coreano, gordinho e baixo, que defende o envenenamento de seus opositores e é amado por seus eleitores. Ele é o candidato representante dos sambistas do Morro Enanvejutudo.

Reembolso-Nário, sambista neo-nazista que obriga seus correligionários a reembolsarem, para seu bolso, 30% de seus salários. Ele representa os sambistas do E-Morro Óida que são beneficiários de bolsa famíliostomia.

Ostra Brilhante, sambista do Morro da Pérola Doi-doi Códi, que ao sambar costuma dar umbigada, rasteira e porrada.

Alessandro Fruta, sambista ex-ator pornô, que ainda hoje gosta de dar beijo técnico, dar o cu técnico e comer cu técnico. Em sua plataforma para a direção da Associação ele propõe o projeto “Marchinhas sem Partido”.

Donald-Trompa, compositor de marchinhas de carnaval, que quer construir um muro em torno da sede da Associação Cultural Pacotão, para evitar a entrada dos sambistas do Morro Enanvejutudo.

Goiabosa Dos Mares de Jesus, sambista porta-bandeira que defende o fim da ideologia de gêneros musicais. Propõe o fim da ópera, o fim da sinfonia, o fim do choro, para que seja praticado apenas o gênero “marchinha” com carnavalescos vestidos de azul e carnavalescas vestidas de rosa.

General da Banda-Mourão, militar da reserva técnica do Morro Derrir, que defende a criação de ostras brilhantes nas costas brasileiras. Sua candidatura está propensa a ser retirada, para ser vice do candidato Reembolso-Nário.

Sergio Des Moro-Alisado, sambista chefe justiceiro do Morro do Cu Ritiba. Pretende abandonar o Morro e ser presidente da Associação do Pacotão para abraçar a causa dos milicianos protetores das tradições carnavalizantes.

 

Outros personagens:

William Boina, apresentador de TV.

              Mister Bananon, marketeiro norte-americano contratado pela equipe do candidato Reembolso-Nário.

              Amélio, ator travesti da equipe de Mister Bananon. Dizem que Amélio é que é mulher de verdade. Amélio vai receber a tarefa de executar a “fakeada” em Reembolso-Nário.

              Phlavio Reembolso-Nário, filho de Reembolso-Nário que lidera um grupo de milicianos e laranjas.

Durante a campanha eleitoral os candidatos debatem na televisão comunitária do Conic. Apenas um candidato nunca comparece aos debates: o Reembolso-Nário.

 

 

Em estoque

Informação adicional

Peso 150 g
Dimensões 30 × 21 × 1.3 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “O Exfakeado”